Mandela ficou preso em Robben Island


Não, Mandela não está preso na Polícia Federal de Curitiba. Tampouco Lula foi condenado por crime político, nem sua pena há de estender-se por 30 anos. Um e outro foram grandes líderes para seus países e a parte do mundo em que vivemos. A admiração recíproca era evidente, justificável e natural. Elaborar um paralelismo que os irmane também na detenção é descabido.

Se no 28 o Capitão Messias saiu vencedor, não foi apenas porque contou com uma campanha inovadora e eficiente (fechem-se os olhos a questões "menores" de legalidade e verdade derramadas, ainda que desigualmente, pelas diferentes campanhas) nas redes sociais, de proporções inéditas no País.

A direita e a extrema direita saíram enfim do armário. Talvez porque os demais candidatos não souberam interpretar o que mal conseguíamos articular desde 2013, mas se estampava em nossas desilusão com a política e revolta contra políticos apanhados com malas de dinheiro e, novamente, como nos tempos de Collor, na ostentação de sua desonestidade impune. Sem falar na violência que vitima os pobres diariamente e gera a insegurança dos menos desfavorecidos nos descaminhos das balas perdidas. É sempre perigosa a soma de medo e cansaço.

Mas a estratégia equivocada de vitimização de Lula e a falta de costume, se não desapreço de corrente dominante do PT por alianças e parcerias, ainda que pontuais, com os menos diferentes dos "outros" só fizeram reforçar o antipetismo difuso que veio na ensurrada do cansaço, do medo e,das decepções que o PT, assim como o PSDB, causaram com a insistência em reclamar imunidade absoluta para suas figuras de maior peso.


©2017 criado por Afonso José Sena Cardoso