quando o quadrado se rompe


The Square é um filme diferente. Tem, como quaisquer outros, um fio narrativo para ajudar a costurar as imagens. Mas o que mais valem são as imagens. O sabor maior está nos episódios. A trama maior é mais uma versão da narrativa que nos leva de nossa arrogância e preconceitos à conscientização de nossa cegueira ou insensibilidade social.

As etapas nesse périplo específico expõem com brilhante crueza vários dos impasses e fugas do dia a dia de cada um de nós. Com espaço para projeções algo maiores sobre o valor da arte para o homem, os subprodutos do politicamente correto, e - sempre - a incapacidade de se ver quem não se parece com a gente.

Raras vezes os subtítulos ajustam-se à realidade dos filmes. The Square é novamente exceção: A Arte da Discórdia. Melhor resumo parece impossível.


©2017 criado por Afonso José Sena Cardoso